Enviar ArtigoGostou do nosso site? Então contribua com um artigo!

Socialista de renome defende a criação de um subsídio de desemprego… para deputados

Inês de Medeiros, ex-deputada, defendeu a criação de subsídio de desemprego para deputados.

A ex-deputada, presidente à Câmara Municipal de Almada depois de em 2009 ter entrado no mundo da política pelas mãos de José Sócrates. E veio a público defender que “devia haver um subsídio de desemprego para ex-deputados”.

Conhecida como atriz, foi por Sócrates convidada a concorrer numa lista e foi deputada em 2009. Admite ter gostado de ser deputada.

“Os deputados têm que dar o exemplo, mas há uma desvalorização permanente do que é o trabalho parlamentar e isso é muito perigoso”, salientou a ex-deputada, agora autarca.

“Há que ser claro: quer-se ou não um regime de exclusividade; que garantias se dá aos deputados? A desvalorização da passagem por deputado faz com que haja deputados que deixam de ser deputados e não têm direito a nada, nem sequer a um fundo de desemprego”, continuou a deputada, em entrevista ao Público e à Renascença citada pelo PTJornal.

Disse ainda que “Quem interrompa a sua carreira para se dedicar à causa pública depois sai e não tem direito a nada. Acho preocupante. Isso é que pode fomentar a corrupção e o facto de os deputados terem vários empregos.”

O que achas destas declarações?

É preciso recordar que quase metade (47%) do salário bruto mensal dos 230 deputados da Assembleia da República está isenta de impostos. É uma fatia considerável constituída por abonos para deslocação, alojamento e alimentação.

Comentar este artigo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *