Enviar ArtigoGostou do nosso site? Então contribua com um artigo!

«Se é assim em todos os casos, é muito grave! Se é só neste, ainda é PIOR!» Paulo Morais

“Tudo o que se encontra no Tribunal da Relação do Porto no que respeita ao processo Face Oculta está já em condições de subir a instâncias superiores”.

Um ano depois da Relação do Porto ter mantido condenações — e 3 anos e 7 meses após decisão de 1.ª instância — o Face Oculta não tem fim à vista. Recursos de Vara e dos Penedos ainda pendentes.

ARMANDO VARA: CONDENADO em 2014 a CINCO ANOS de PRISÃO EFECTIVA.
Continua à solta e em actividade.

Na sequência da condenação, Armando Vara interpôs recurso. O Tribunal da Relação do Porto deliberou “negar provimento ao recurso da decisão final interposto pelo arguido Armando António Martins Vara mantendo-se, no que a este arguido e recorrente diz respeito, integralmente o Acórdão recorrido”. A 5 de Abril de 2017.

Quatro anos depois da decisão em primeira instância; e MAIS DE UM ANO depois da confirmação na Relação do Porto, o Conselho Superior da Magistratura informa o jornal Observador: “tudo o que se encontra no Tribunal da Relação do Porto no que respeita ao processo Face Oculta está já em condições de subir a instâncias superiores”.

Mais de um ano para enviar o processo para as instâncias superiores?
É assim em todos os processos?
Se é assim em todos os casos, é MUITO GRAVE!
Se é só neste, ainda é PIOR!

Paulo de Morais

Comentar este artigo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *