Enviar ArtigoGostou do nosso site? Então contribua com um artigo!

Queixa-se do marido na GNR por violência doméstica e leva três tiros no dia seguinte

Maria Madalena Guedes, 59 anos, foi emboscada ontem, um dia depois de ter feito queixa.

Um dia após ter apresentado queixa por violência doméstica, Maria Madalena Guedes, 59 anos, foi esta segunda-feira atingida a tiro pelo marido, em plena via pública, em Figueiró dos Vinhos, e está internada nos Hospitais da Universidade de Coimbra a lutar pela vida.

O casal reside em Sarzedas de São Pedro, no concelho vizinho de Castanheira de Pera, e atravessava uma fase conturbada.

Maria Madalena suportou as agressões e as ameaças até não poder mais. No domingo, encheu-se de coragem, saiu de casa e apresentou queixa no posto da GNR.

Dizia estar a ser ameaçada pelo marido, Armando Abreu, de 64 anos, que teria ciúmes da boa relação que ela mantinha com pelo menos um dos filhos.

Passou a noite em Figueiró dos Vinhos, em casa do filho, e de manhã saiu para ir aos CTT atualizar a morada e pedir ajuda à GNR para ir buscar roupas e outros pertences. Mas não completou as tarefas.

Ainda não era meio-dia quando o marido a encontrou, a caminhar na rua Major Neutel de Abreu e a atingiu com três tiros – na cabeça, no peito e na barriga –, de uma pistola 6.35 mm transformada. Após os disparos, Armando Abreu arrumou a pistola ilegal numa bolsa de trazer à cintura e “caminhou tranquilíssimo pela rua abaixo, como se nada fosse”, contou ao CM Hermenegildo Mendes, dono de uma loja situada junto ao local onde a vítima foi atingida e abandonada.

O atirador percorreu pouco mais de um quilómetro e entrou numa loja de eletrodomésticos: “Ele tentou fechar a porta.

Como não conseguiu, entrou e pediu para lhe guardar a bolsa” onde tinha a arma, contou a proprietária, Idalina Nunes, ao CM, adiantando que ao ver os militares entrar “ele não resistiu e entregou-se”. Idalina assustou-se sem saber o motivo do aparato policial, tendo recorrido ao Centro de Saúde por estar “muito nervosa”.

 

MODEL  RELEASED.    Domestic violence.  Silhouette of a woman protecting herself from a blow from her partner by holding her arms in front of her face.

Comentar este artigo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *