Enviar ArtigoGostou do nosso site? Então contribua com um artigo!

PSP VIOLENTO QUE AGREDIU ADEPTO LEVA LOUVOR

O louvor atribuído pelo comandante da PSP de Braga ao subcomissário Filipe Silva – que foi filmado pela CMTV a agredir um adepto do Benfica, em maio de 2015, junto ao Estádio D. Afonso Henriques – foi publicado no dia em que terminava o concurso para promoções de oficiais.

Em circunstâncias normais e atendendo ao tempo de serviço, Filipe Silva seria agora promovido de subcomissário a comissário, já que o concurso é o maior de sempre na PSP, com cerca de 180 vagas. Só que, na sua nota de assento, é assinalável a rubrica relativa ao mau comportamento e essa circunstância impediria a promoção.

O louvor que agora lhe foi atribuído por Gomes do Vale passou já a constar da nota de assento de Filipe Silva e pode ajudar a que a promoção seja concretizada.

O caso está a revoltar alguns oficiais do comando de Braga, uma vez que o louvor, prometido em 2015, acabou por ocorrer precisamente no limite do prazo para ser tido em conta para efeitos de promoção.

Filipe Silva tem o processo disciplinar suspenso, à espera de decisão da ministra da Administração Interna, pelo que este dado negativo não será tido em conta na avaliação referente ao pedido de promoção. A revolta, na PSP de Braga, tem a ver também com o teor do louvor, que refere bons serviços prestados em recintos desportivos.

No entanto, desde os acontecimentos de maio de 2015, Filipe Silva só participou no policiamento a quatro jogos, e todos nos últimos dois meses.

Comentar este artigo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *