Enviar ArtigoGostou do nosso site? Então contribua com um artigo!

Parlamento adota lei que proíbe políticos de contratarem familiares… mas é em França

Podia ser em Portugal, mas não é. Isto foi fruto de uma petição com mais de 200 mil assinaturas.

Sabias que o Governo de António Costa tem vários membros que são familiares? Em França isso já não vai ser possível. Graças a uma lei aprovada recentemente os políticos deixam de poder contratar familiares.

Rosa Matos Zorrinho, Secretária de Estado da Saúde é casada com Carlos Zorrinho, actual eurodeputado e ex-governante do PS. O actual ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José António Vieira da Silva, é marido de Sónia Fertuzinhos, deputada socialista. Guilherme Waldemar d’Oliveira Martins, secretário de Estado das Infraestruturas, que é filho de Guilherme d’Oliveira Martins, ex-governante do PS, ex-presidente do Tribunal de Contas e atual administrador da Fundação Calouste Gulbenkian

Estes são alguns dos exemplos que existem no Governo de António Costa, a Geringonça.

Se isto fosse em França, já seria impossível.

O parlamento Francês aprovou a lei conhecida como lei da moralização da vida política, com votos favoráveis da maioria absoluta. Desta forma, os políticos franceses ficam proibidos de contratar familiares.

Com a aprovação da lei deputados, ministros e autarcas locais não poderão empregar familiares como colaboradores, sujeitando-se a uma pena de três anos de prisão e 45 mil euros de multa se o fizerem.

De acordo com o Observador, a lei foi para a frente em termos legislativos quando em poucas semanas os franceses criaram uma petição com 200 mil assinaturas para que empregar familiares fosse proibido.

Comentar este artigo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *