Enviar ArtigoGostou do nosso site? Então contribua com um artigo!

Padeiro abusa de menina de 13 anos em Vila Nova de Famalicão, transmitiu-lhe doença e foi libertado

Parece mentira, mas cá está mais do mesmo. O que é preciso fazer para deter estes filhos da mãe de uma vez por todas e dar-lhes o devido tratamento que merecem.

Vigiava adolescentes à porta de escolas em Vila Nova de Famalicão e, de seguida, abordava-as na rede social Facebook para seduzi-las e tentar consumar atos sexuais. Conseguiu-o com pelo menos uma das vítimas, o que levou o pai a fazer queixa às autoridades. A Polícia Judiciária (PJ) do Porto deteve agora este padeiro, de 20 anos, e descobriu mais alvos do predador, que até transmitiu uma doença sexual a uma das menores.

Levado a interrogatório, o juiz de instrução criminal acabou por libertar o arguido, sujeitando-o apenas a apresentações diárias às autoridades e à proibição de contactos com as menores. Ainda assim, o suspeito pode continuar a rondar estabelecimentos de ensino.

Ainda hoje li por aí, que um pedófilo disse em plena justiça que se as crianças falam também podem fazer sexo. Mas isto anda tudo bem da cabeça? Morte é pouco para estes animais. Mas mais grave, é como a justiça age.

Em pleno dia de 25 de abril, em que se celebra a liberdade, celebra-se também muita coisa má, pois desde o 25 de Abril que estes casos e outros vieram a ser cada vez mais frequentes na nossa sociedade. Antes não havia disto, mas é o que temos.

Eu só digo uma coisa… Se isto acontecesse com a minha filha… O filho da mãe não estaria cá para contar a história e vangloriar-se pelos seus atos, pois era eu que lhe acabava com a doença, segundo dizem os “especialistas”, pois pedófilos têm uma doença! Doença?

Puta que os pariu!

Desculpem-me o palavreado, mas não consigo ser educado nestas situações lamentáveis!

E vocês? O que fariam?

Mário Gonçalves – www.mariogoncalvesoficial.pt

Comentar este artigo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *