Enviar ArtigoGostou do nosso site? Então contribua com um artigo!

Onde não há justiça, o crime prolifera

O presidente do TIAC, explicou no programa Negócios da Semana, qual é doença terminal que fulmina Portugal. Não há justiça… Não há esperança, não há hipóteses, não há futuro!

Não é a corrupção de luvas e de favores… não é essa a pior chaga e mais dispendiosa forma de corrupção, são sim a nova classe de políticos conhecidos como os políticos homens de negócios, que tomaram para si o poder legislativo, o poder regulador, fiscalizador, o poder de decisão… e possuem agora todo o poder, liberdade e impunidade para por e dispor do dinheiro público, do poder público, da economia, do país e dos cidadãos.

Esta corrupção, por incrível que pareça, permite legalizar o saque.

Genial, qualquer saqueador percebe que não há nada mais eficaz para se proteger, dos que saqueia, do que tornar o saque legal, moldar as leis, e capturar a justiça.

e assim…
Proteger o saqueador das vitimas.
Disfarçar os saques, moderadamente.
Falir um país e milhões de famílias, sem que ninguém seja responsabilizado.

Portugal foi conquistado POR UM PUNHADO DE CORRUPTOS SEM ESCRÚPULOS. Foi-nos roubado por um gang de políticos e seus amigos.

D. Afonso Henriques deve estar a dar voltas na tumba. ATÉ QUANDO???

NO DIA EM QUE O POVO ACORDAR, OS CORRUPTOS DEIXARÃO DE CONSEGUIR DORMIR.

Comentar este artigo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *