Enviar ArtigoGostou do nosso site? Então contribua com um artigo!

Ninguém se lembrou dos 41 anos sobre o 25 Novembro

“Só para para avivar a memória: neste dia (25 Novembro), em 1975, Jaime Neves e um punhado de Comandos impediram que isto se tornasse uma Albânia do ocidente. Fica o lembrete.”

Foi o travão necessário à loucura cunhalista. Com a esquerda destruiu-se o país, com sequelas até hoje. O Barreiro é hoje um dormitório,Lisnave, Setenave Siderurgia, Sorefame, centenas de empresas, centenas de explorações agrícolas, gado roubado, cortiça roubada, culturas por fazer, gente escorraçada, alfaias a enferrujar, miseráveis vergonhas como a Torrerbela, onde o camarada Mortágua estava activo, o cerca à AR, a miserável constituição, feita por deputados aterrorizados, que ainda hoje proclama o caminho do socialismo, um nunca mais acabar de violações , roubos e intimidações. Despedimentos, calúnias, saneamentos, etc

Fica na memória Vasco Gonçalves em Almada ” Não podemos perder , por via eleitoral, as grandes vitórias que tanto esforço nos custaram” Uma frase que resume bem o respeito pelo povo e pela sua vontade, manifestada nas urnas.

Relembrar Costa Gomes, que impôs as eleições de 25Abr75, que Cunhal queria suspender, depois da armadilha do 11Mar. Sem essas eleições, que mostraram a força do PC (menos de 10%) ainda hoje andaríamos a dar vivas a Estaline.

1 Comentário

Comentar este artigo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *