Enviar ArtigoGostou do nosso site? Então contribua com um artigo!

Hugo Ernano paga a pai que levou filho para assalto

1

Cinquenta e cinco mil euros. Foi este o valor que o militar da GNR Hugo Ernano entregou esta sexta-feira, no Tribunal de Loures, referente a uma indemnização.

O caso remonta a agosto de 2008 quando, no decorrer de uma perseguição, matou acidentalmente com um disparo um adolescente de 13 anos que foi levado para um assalto pelo próprio pai, em Santo Antão do Tojal, Loures.

Ernano foi condenado a pagar 44 mil euros à mãe do menor e 11 mil ao pai. Uma onda de solidariedade juntou-se ao militar e, em 71 dias, seis mil pessoas conseguiram juntar 55 mil euros.

“Sinto-me a Santa Casa da Misericórdia. Acabei de entregar um terceiro prémio do Euromilhões. Agora que façam o que quiserem com ele”, referiu o militar.

Acompanhado por amigos, agradeceu aos que contribuíram: “As pessoas que ajudaram fizeram-no por todos os que passam situações como esta. Estou a pagar pelo meu trabalho”.

Hugo Ernano confessou que “voltaria a fazer exactamente o mesmo” e que “os agentes da autoridade não têm de ficar inibidos de trabalhar”. Encontra-se suspenso de funções e recebe um terço do salário.

Comentar este artigo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *