Enviar ArtigoGostou do nosso site? Então contribua com um artigo!

Ganhou 16 milhões em menos de 10 minutos

Há alguns anos, um promotor imobiliário adquiriu, em Valongo, terrenos onde não era possível construir nada, por QUATRO MILHÕES de euros.

Ao fim de minutos, vendeu os mesmos terrenos por VINTE MILHÕES.

Para quê? No referido terreno está hoje um Mamarracho, um edifício mastodôntico, um centro logístico.

A margem deste negócio foi de 400%, lucros que em Portugal só se obtêm em dois tipos de negócios: URBANISMO e Grande Tráfico de DROGA. O Urbanismo é aliás mais perverso: tem capa de legalidade. E não há apreensões de prédios (como de droga), nem prisão de promotores (como de traficantes).

Normalmente, estes promotores imobiliários financiam campanhas eleitorais e são até condecorados pelos Municípios.

Paulo de Morais

Comentar este artigo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *