Enviar ArtigoGostou do nosso site? Então contribua com um artigo!

ESTADO LUCRA 253 MIL EUROS COM PROSTITUIÇÃO

Tribunal de Penafiel condenou gerente de bar de alterne depois de ter sido calculada a diferença entre os rendimentos declarados e o seu património.

O antigo gerente de uma casa de alterne da Lixa, em Felgueiras, foi condenado a pagar 253 mil euros ao Estado, valor que o Tribunal de Penafiel estimou ser proveniente da prática de auxílio à prostituição e à imigração ilegal, crime pelo qual foi condenado a dois anos e três meses de prisão, pena suspensa na sua execução.

Assim, o Estado acaba por receber, de forma indirecta, dinheiro supostamente gerado pela prostituição.

4 Comentários

Comentar este artigo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *