Enviar ArtigoGostou do nosso site? Então contribua com um artigo!

Deputados têm mais 3,5 milhões para viagens

A Assembleia da República orçamentou mais de 3,5 milhões de euros para pagar as deslocações dos deputados em serviço em Portugal.

O transporte dos deputados em viagens de trabalho vai custar mais de 3,5 milhões de euros. A verba, que está inscrita no orçamento da Assembleia da República (AR) para 2015, representa um aumento de 7,5% face aos 3,3 milhões de euros de encargos previstos para este ano, de acordo com o segundo orçamento suplementar da AR.

Sempre que se desloquem em trabalho político no círculo eleitoral pelo qual foram eleitos ou em território nacional, os deputados têm direito ao pagamento do transporte. Por exemplo, os deputados residentes fora do seu círculo eleitoral e eleitos por círculos eleitorais do continente recebem 0,36 euros por km.

O aumento da verba orçamentada para encargos com o transporte dos deputados estará relacionado com a eventual subida do preço dos combustíveis. Desde logo, a partir de 1 de Janeiro, o preço dos combustíveis irá sofrer um agravamento apreciável, segundo as empresas do sector, devido aos novos impostos sobre o ambiente.

O orçamento da Assembleia da República prevê também um aumento da verba para pagar ajudas de custo aos parlamentares: no próximo ano, os deputados receberão mais de três milhões de euros, quando a verba prevista ano passado pouco passa dos 2,9 milhões de euros.

Nas deslocações em representação do Parlamento, os deputados recebem ajudas de custo em Portugal e no estrangeiro: no primeiro caso, são 69,19 euros por dia, e, no segundo são 100,24 euros por dia.

Comentar este artigo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *