Enviar ArtigoGostou do nosso site? Então contribua com um artigo!

Comissão parlamentar da Opacidade e Roubalheira

O Bloco Central uniu-se para limpar os crimes do Galpgate. E ainda garantir que, doravante, os deputados possam ser subornados com viagens sem qualquer problema. PS e o PCP, com a abstenção de PSD, chegaram a acordo para legalizar a oferta de viagens por parte de entidades privadas a quem exerce cargos políticos e altos cargos públicos.

Esta medida, aprovada na Comissão parlamentar para o Reforço da Transparência – nome eufemístico para a Comissão da Opacidade e Roubalheira – serve também para branquear casos como o Galpgate que deu origem à demissão de vários secretários de Estado que foram até França a convite da Galp para assistirem aos jogos da selecção nacional de futebol no Euro 2016. Haverá uma amnistia. Por exemplo, os deputados sociais-democratas Hugo Soares, Luís Campos Ferreira e Luís Montenegro que estavam a ser investigados, possivelmente, sairão impunes.

Relembre-se que, em Dezembro, o Ministério Público não queria levar a julgamento os governantes que aceitaram o convite da petrolífera. No entanto, o pedido foi recusado pelo Tribunal de Instrução Criminal. A magistrada responsável pela decisão afirmou: “A gravidade dos factos e a lesão que os mesmos causam à credibilidade das instituições democráticas é notória”.

Joana Amaral Dias

Comentar este artigo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *