Enviar ArtigoGostou do nosso site? Então contribua com um artigo!

CÂMARA DE ALMADA OFERECE RELÓGIOS DE 800 EUROS AOS FUNCIONÁRIOS

Apenas os empregados que trabalham há 25 anos na autarquia comunista são premiados com este brinde pelas bodas de prata. Jerónimo de Sousa já recebeu uma reclamação pelos gastos.

A Câmara Municipal de Almada comprou 43 relógios de pulso no valor total de 34,8 mil euros para oferecer aos funcionários, conta esta quinta-feira o jornal online Observador. A autarquia da Margem Sul, liderada pela Coligação Democrática Unitária (CDU), adquiriu os presentes no final do mês passado para premiar os empregados que cumpriram 25 de casa.

De acordo com a notícia, a Câmara Municipal de Almada tem por hábito comemorar as bodas de prata dos funcionários e gastou mais de 152,6 mil euros em artigos de luxo desde 2011, mas nunca o tinha feito no período que antecede as eleições autárquicas.

Os presentes deste ano foram 19 relógios masculinos (880 euros cada) e 24 relógios para senhora (756 euros cada), comprados num ajuste direto feito à Ouriversaria Coimbra, segundo o Observador.

Quem não tem apreciado estas despesas é o candidato social-democrata, Nuno Matias, que inclusive escreveu ao secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, sobre o assunto e recordou que o partido “devia honrar uma máxima que este defendeu no Parlamento: À Mulher de César não basta ser séria, tem que parecer”.

Comentar este artigo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *