Enviar ArtigoGostou do nosso site? Então contribua com um artigo!

CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS VAI FECHAR 70 A 80 BALCÕES E DESPEDIR 600 TRABALHADORES

Este ano, o encerramento de balcões vai ser idêntico ao do ano passado, entre 70 a 80 e as rescisões podem chegar aos 600 trabalhadores. Mas também haverá lugar para aumentos salariais e progressões.

O presidente da Caixa Geral de Depósitos revelou, em entrevista ao ECO24, que o banco público vai fechar, este ano mais 70 a 80 balcões. Nada que já não esteja previsto no Plano Estratégico da Caixa, garante Paulo Macedo, sem avançar as localizações escolhidas.

Segundo o gestor, que já foi ministro da Saúde, o número de balcões a encerrar este ano é idêntico ao do ano passado mas, em termos de rescisões a ambição é um pouco maior. Ou seja, reduzir os colaboradores num número superior a 500. A pré-reforma, aposentação e rescisões por mútuo acordo continuam a ser a porta de saída do banco, com condições ímpares face às praticadas nas outras instituições, garante Paulo Macedo.

No ECO24, um programa em parceria entre o ECO e a TVI, Paulo Macedo revelou ainda que este ano “haverá abertura para aumentos salariais”, mas também para progressões.Um dos temas decorrentes do plano estratégico era o fecho de balcões. Há um ano discutia-se o fecho de Almeida. O que é feito de Almeida? E que lição tirou desse processo?

Tirei várias. A primeira foi que os clientes conseguiram manter a sua vida porque têm outro tipo de ofertas. A Caixa deu meios de pagamentos às pessoas para poderem utilizar os próprios ATMs. Houve um acordo para manter uma pessoa a tempo parcial para poder ajudar. Faz muito pouco apoio, mas faz algum. Uma das ilações é de que a Caixa manteve mais de 95% dos clientes e muito mais do que 95% do volume de negócios.

Depois, felizmente, trabalhámos em soluções e na generalidade dos clientes não houve ninguém que não recebesse a sua pensão, que não continuasse a ter serviços bancários, como aliás no resto do país.Este ano vão fechar mais 37 balcões. Já estão identificados?

O número é maior do que esse. Será entre 70 e 80, em 2018. Está no plano. Não há nenhuma alteração.Sabe-se o número de encerramentos entre 2016 a 2020. Mas o detalhe vai sendo ajustado.

Comentar este artigo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *