Enviar ArtigoGostou do nosso site? Então contribua com um artigo!

A roubalheira no banco público português

As suas auditorias não detectaram nada: nem as deficiências que levaram em 2017 a uma injecção de dinheiros públicos na CGD de quase 5 mil milhões. Qual a penalização dada a Paz Ferreira?

A Comissão de Auditoria da CAIXA Geral de Depósitos foi presidida por Eduardo Paz Ferreira de 2011 a 2016. As suas auditorias não detectaram nada: nem as deficiências que levaram em 2017 a uma injecção de dinheiros públicos na CGD de quase 5 mil milhões, nem as imparidades, nem os créditos mal concedidos.

Qual a penalização dada a Paz Ferreira? Nenhuma. Foi premiado: como prémio pela sua “tolerância ” foi nomeado presidente da comissão que vai renegociar a concessão do terminal de Sines, com a empresa de Singapura PSA. A defesa dos interesses do Estado português está agora nas mãos de um “facilitador”. Daqui a anos teremos a lista dos “estragos”.

Paulo de Morais

Comentar este artigo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *